A já tradicional reunião conjunta, realizada pelas associações de empresas florestais do Paraná (Apre) e Santa Catarina (ACR) aconteceu na última quinta-feira (15). Mais de 70 profissionais participaram do encontro realizado na sede recreativa da Mobasa, associada da ACR, em Rio Negrinho (SC).

O gerente florestal da Valor Florestal, Jorge Fiates, apresentou algumas ferramentas tecnológicas que estão sendo utilizadas na gestão de ativos florestais em sete estados do Brasil. A empresa opera em 87 mil hectares de florestas plantadas, sendo aproximadamente 57% com pinus e 43% com eucalipto, em sete estados do país. “As ferramentas que utilizamos fazem o uso de drone, que é menos custoso que imagens de satélite na geração de ortomosaicos. São informações sobre a rede viária, áreas de preservação permanente, talhões com reflorestamento e outras.” Fiates falou também sobre o monitoramento das máquinas de colheita florestal e o controle eletrônico para inventário florestal, que lança informações em um sistema ao mesmo tempo em que em faz o georreferenciamento.

O professor Jorge Matos apresentou os trabalhos da Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná (FUPEF), vinculada à Universidade Federal do Paraná (UFPR). Ailson Loper e Mauro Murara Jr, diretores executivos da Apre e ACR, também apresentaram estudos que cada associação está realizando em seu respectivo estado e compartilharam alguns resultados.

Fechando a reunião, Carlos Mendes, secretário executivo do Fundo Cooperativo para Melhoramento de Pinus (Funpinus) apresentou resultados recentes e detalhou o andamento dos trabalhos.

Veja mais fotos em: http://www.acr.org.br/imagens.php?id=62

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.