No dia 24 de abril, Afonso Mehl – Gerente de Negócios Florestais da Empresa Berneck, recebeu na Fazenda Alamos – Lapa / PR, a 3ª Reunião Técnica da ACR, a qual contou com a participação de 38 profissionais das empresas associadas.

O objetivo do encontro foi apresentar técnicas de construção de estradas florestais, principalmente levando em conta a conservação de solo e a água, no planejamento de estradas rurais.

O encontro contou com a palestra “Estradas Florestais”, o Engº Florestal Osmar Eugênio Kretschek, discorreu sobre a importância da avaliação para a construção de estradas, do ponto de vista das escalas, do manejo de microbacias hidrográficas, do solo, e apresentou aspectos técnicos construtivos, abordando estudos geotécnicos e a dinâmica de escoamento superficial. Kretschek enfocou o dimensionamento de estruturas de drenagem, estradas em áreas de manejo e falou sobra a importância das práticas conservacionistas em áreas de produção adjacentes às estradas.

Kretschek, apresentou a aplicação do microplanejamento na construção e adequação de estradas, e mostrou um estudo de identificação de trechos críticos, abordando diversas práticas conservacionistas aplicadas a campo, e apresentou experiências com a recuperação de estradas em áreas degradadas e arenosas.

Os participantes puderam conferir na Visita feita a campo, as estradas da Fazenda Alamos onde o avanço nas técnicas de monitoramento de estradas, permite uma rápida e eficaz intervenção em trechos críticos.

Para Mauro Mura Junior, Diretor Executivo da ACR o encontro atingiu seus objetivos, trazendo discussões muito importantes para o setor, que está muito atento as questões das estradas florestais, pois estas são uma das principais fontes de impacto econômico em projetos florestais, e há uma tendência de aumento das exigências ambientais por parte dos órgãos públicos e de comunidades presentes no entorno destes empreendimentos.

Para Murara diversos desafios foram levantados, como a readequação das malhas viárias, reduzindo a densidade, melhorando a locação e reavaliando estradas de contorno de APP, demonstrado que investimentos em manutenção e construção adequada da malha viária são viáveis, tanto do ponto de vista econômico quanto ambiental.

O encontro contou com a participação dos profissionais envolvidos com estradas e sustentabilidade no setor florestal, e é nítida a necessidade da realização de mais encontros sobre o tema, com a finalidade de integrar as empresas, produtores rurais e órgãos públicos, visando alinhar conceitos e expectativas, além da rica troca de experiências. O Encontro apresentou os benefícios trazidos pelas estradas, assim como os bons exemplos de práticas conservacionistas que estão sendo aplicados pela empresa Berneck em seus empreendimentos florestais.

(Fonte: Ascon ACR – 28/04/2015). 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.