Duas reuniões de abrangência nacional fizeram parte da agenda da Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR) nesta terça-feira (04). No período da manhã, o diretor executivo da associação, Mauro Murara Jr. representou a ACR em encontro com representantes da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) e associadas estaduais de base florestal.

No período vespertino o compromisso foi com a 48ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial de Florestas Plantadas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Os dois encontros aconteceram de forma virtual.

“Na reunião da Câmara de Florestas Plantadas demandamos um posicionamento do MAPA a respeito da ação direta de inconstitucionalidade da lei da Mata Atlântica. O que nos foi sinalizado é que dentro do ministério há um trabalho muito forte, com subsídios jurídicos bem fundamentados e que o MAPA entende o Código Florestal como marco legal. É consenso entre o setor de que a promulgação da Lei da Mata Atlântica seria um retrocesso”, explicou o diretor executivo da ACR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.