A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – Cidasc, através da Coordenação Estadual de Educação Sanitária lançou, em comemoração ao Ano Internacional da Sanidade Vegetal 2020 (AISV 2020), nesta terça-feira (08), o livro em formato e-book “Sanidade Vegetal: Uma estratégia global para eliminar a fome, reduzir a pobreza, proteger o meio ambiente e estimular o desenvolvimento econômico sustentável”.

A obra é fruto do trabalho colaborativo, desenvolvido por 58 autores de várias organizações, inclusive a Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR). A publicação apresenta vinte capítulos, divididos em quatro Seções temáticas: Medidas fitossanitárias, Sistema unificado de sanidade vegetal e Organizações nacionais de proteção fitossanitária; Promoção da segurança alimentar; Educação para sanidade vegetal; e Proteção da sanidade vegetal e a conservação da biodiversidade.

Esta publicação tem por objetivo subsidiar as atividades do Projeto Sanitarista Acadêmico desenvolvidas junto às Instituições de Ensino Superior Catarinenses.

O presidente do Comitê Diretor Internacional para o Ano Internacional da Sanidade Vegetal (IYPH), Ralf Lopian, ao tomar conhecimento do projeto, enviou mensagem aos organizadores, parabenizando pela iniciativa. “Tenho a honra, como presidente do Comitê Diretor Internacional para o Ano Internacional da Sanidade Vegetal (IYPH), de parabenizá-lo por seus esforços em envolver mentes jovens em atividades e iniciativas vinculadas ao IYPH. Sua organização une forças com as muitas centenas que vêm organizando iniciativas semelhantes em todo o mundo, aumentando a consciência sobre a importância da saúde das plantas, especialmente durante este período de pandemia de COVID-19”, disse.

De acordo com os organizadores da obra, os engenheiros agrônomos, Diego Medeiros Gindri, Patrícia Almeida Barroso Moreira e Mario Alvaro Aloisio Verissimo, este livro é um registro comemorativo no AISV2020, com o intuito de colaborar na conscientização, proposta pela ONU, sobre a importância da proteção da sanidade vegetal para nossa sociedade. A publicação não tem a intenção de sozinha eliminar a fome, reduzir a pobreza, proteger o meio ambiente e estimular o desenvolvimento econômico no mundo, embora tenha sim a pretensão de plantar “sementes” nas mentes de nossos leitores. Sementes, que ao germinarem promovam a percepção da importância da sanidade vegetal para a humanidade e com isso, permitir que muitos adotem as condutas necessárias para a proteção da sanidade vegetal. Esta obra visa contribuir com o debate sobre a sanidade vegetal e sua relação com a produção sustentável de alimentos, com a biodiversidade, o meio ambiente e com a saúde de todos nós.

A presidente da Cidasc, Luciane de Cássia Surdi, ao receber o arquivo do livro comenta sobre a satisfação de ver um trabalho tão importante concluído. “É um momento único, me sinto honrada em poder compartilhar dessa conquista. É muito emocionante para nós como gestores públicos poder apresentar, para toda a sociedade, o resultado do trabalho, da dedicação e do conhecimento técnico de todos esses profissionais que escreveram os artigos presentes neste livro”, declara Luciane.

O livro está disponível para download gratuito na biblioteca digital da Cidasc.

Com informações da CIDASC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.