O decreto n. 55.795 de 24 de fevereiro de 1965, assinado pelo presidente Castelo Branco, instituiu a data de hoje como o início da Festa Anual das Árvores. A intenção era adaptar o calendário às diferenças fisiográfico-climáticas do Brasil. Assim, a partir dessa data, os estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Distrito Federal celebrariam em 21 de setembro. Enquanto Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Roraima e Rondônia comemoram na última semana do mês de março.

“A Festa Anual das Árvores tem por objetivo difundir ensinamentos sobre a conservação das florestas e estimular a prática de tais ensinamentos, bem como divulgar a importância das árvores no progresso da Pátria e no bem-estar dos cidadãos”, diz o segundo artigo do decreto.

Independente disso, o Dia da Árvore é celebrado em 21 de setembro em todo o Brasil e em outros países do hemisfério sul, pois marca a véspera do início da primavera.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.