No início do mês, em audiência pública sobre o RenovaBio, programa do Ministério de Minas e Energia que busca incentivar a produção de biocombustíveis no Brasil, especialistas salientaram a importância de uma mudança na matriz energética do país. O diretor da Secretaria de Mudança do Clima e Florestas do Ministério do Meio Ambiente, José Domingos Gonzalez Miguez disse que a média de energia renovável na matriz mundial é de 13%, enquanto a do Brasil atinge 42%, e que a média dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) é de 6%.
“A gente propõe que a participação da energia renovável seja de 45%. O país vai crescer até 2030, a população vai subir na ordem de 28 milhões de pessoas”, explicou ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.