Na semana passada, uma reunião solicitada pela Associação Nacional dos Produtores de Paletes e Embalagens de Madeira (Anapem) e Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), tratou do conteúdo de uma instrução normativa que aborda especialmente o tratamento fitossanitário em embalagens de madeira e madeira serrada.

A Instrução Normativa número 66 está sendo revisada para atender uma solicitação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). Alguns processos para o tratamento de madeira estão sendo reformulados. O controle e rastreabilidade de produtos de madeira que são exportados por empresas brasileiras também estão sendo melhorados para atender exigências internacionais.

“Durante o período de consulta pública do conteúdo apresentado pelo Mapa, surgiram algumas dúvidas e inseguranças com relação a alguns pontos específicos. Fizemos a revisão deste conteúdo, com sustentação técnica e apresentamos isso ao Mapa”, explica o diretor executivo da ACR, Mauro Murara Jr.

“O setor de embalagens de madeira vai muito além do segmento de paletes de madeira. Ele tem algumas particularidades que não estavam previstas no texto. Por isso foi importante a participação das associações, em conjunto com empresas do setor, para revisar todo o conteúdo e assim podermos fazer melhorias”, reforça o gerente executivo da Anapem, Roger Becker.

A previsão é de que a nova IN 66 seja publicada em julho, com um prazo de 180 dias para que as empresas façam as readequações necessárias.

“Nossa intenção, ACR e Anapem, é atuarmos como facilitadores e multiplicadores da revisão, com esclarecimentos e formas de aplicabilidade desta norma”, conclui Murara Jr.

Também participaram da reunião, representantes da Associação Gaúcha de Empresas Florestais (Ageflor), Associação Paranaense de Empresas de Base Florestal (Apre), Câmara Setorial das Florestas Plantadas, e algumas empresas do setor de embalagens de madeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.