A padronização e normalização de madeira para diversas formas de uso é controlada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Dentro da ABNT existe o Comitê Brasileiro de Madeira (CB-31). Atualmente este comitê é gerido pela Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (Abimci), e composto por instituições ligadas ao tema. As reuniões são periódicas e acontecem na sede da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), em Curitiba (PR).
A Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR) faz parte do comitê. No encontro de hoje (24) a entidade foi representada pelo vice-presidente, Alex Wellington Santos, e pelo diretor executivo, Mauro Murara Jr.
Atualmente, um dos focos do comitê está no uso da madeira para a construção civil. “Estamos tratando de assuntos como padrão de umidade, resistência, dimensionamento, entre outras questões que envolvam o uso de madeira serrada de coníferas e folhosas”, explica o diretor executivo.
“Pretendemos levar as demandas das nossas associadas para o comitê. Este é um bom momento para contribuir”, convida o vice presidente da ACR, Alex Santos.
André Zonta, presidente da Floema, e Ricardo Pinheiro, secretário do Sindimade (Rio do Sul), também participaram do encontro. A próxima reunião do CB-31 será daqui 30 dias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.