O Sindicato da Indústria Florestal de Curitibanos – Sifc, realizou na quarta feira (24), reunião com associados e entidades integrantes do setor florestal, entre eles Associação Catarinense de Empresas Florestais – ACR.

O tema do encontro foi praga Vespa da Madeira e o ressurgimento do problema nas florestas da região. O Sifc apresentou mapa com pontos de ataque e focos identificados realizados pela Epagri e confirmados pela Cidasc.

Ficou acordado entre os participantes que haverá união de todos para efetivamente implementar ações de combate à praga, que no momento atinge toda a região do planalto central de Santa Catarina. Nesta região se concentra mais de cinquenta por cento dos reflorestamentos de Pinus do Estado.

Representada pelo seu diretor executivo, Mauro Murara Junior, a ACR se comprometeu em disponibilizar doses de nematóides que fazem o controle biológico. O Sifc contratará um técnico responsável para efetuar as aplicações em áreas atacadas e a Cidasc disponibilizará um técnico que acompanhara o aplicador nas áreas em que focos já foram determinados.“É importante agirmos rápido para controlar a praga o mais breve possível e evitar que ela se espalhe pelo estado”, afirmou o diretor da ACR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.