Em agosto a associada Campo Alto Florestal, de Santa Cecília (SC), recebeu reunião técnica da Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR). O encontro serviu para discussão de interesses do setor e apresentação de novas possibilidades de investimentos.

Uma empresa de vigilância fez demonstrações de um sistema de monitoramento de florestas através de câmeras. Os equipamentos podem ser instalados em torres de controle e operados por uma única central de dados. A ideia é prevenir contra roubos, queimadas e outros riscos.

Outra empresa, especializada em dendrometria, apresentou uma tecnologia a laser para medição de árvores. O método pode ser utilizado tanto para árvores nativas como para exóticas. Entre as vantagens está a otimização do processo, com maior precisão e menor tempo de operação.

O combate à Vespa da Madeira foi outro destaque da reunião. Foram apresentados os resultados de um sobrevôo pelo rio Pelotas, na divisa com o Rio Grande do Sul. Outro ponto importante foi o aumento de 33% de doses de nematóides inoculadas, em relação ao ano passado. O volume comprava o bom resultado do trabalho das empresas associadas em parceria com Epagri e Cidasc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.