A preocupação com a praga da Vespa da Madeira está entre as pautas da Câmara de Desenvolvimento da Industrial Florestal (CADIF). Em reunião na sede da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) em Florianópolis, o tema foi abordado com a participação da Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), representada pelo diretor executivo Mauro Murara Jr.

A Câmara de Desenvolvimento da Indústria Florestal da FIESC atua na promoção do desenvolvimento sustentável do setor de base florestal de Santa Catarina. O objetivo é para que o segmento continue progredindo e colaborando com o desenvolvimento sócio-econômico das regiões onde as unidades industriais estão instaladas.

Na reunião ficou definido o termo de cooperação técnica com repasse de subvenção financeira para o combate e monitoramento da Vespa da Madeira. Através da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC), a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca irá disponibilizar R$ 70 mil, de origem do Fundo Nacional de Controle da Vespa da Madeira (Funcema). Parte do valor (R$ 20 mil) será utilizado pela CIDASC para produção de material de campanhas preventivas e explicativas e treinamentos. Com a outra parte (R$ 50 mil) a ACR fará a aquisição de nematóides, utilizados no combate direto à praga. A disponibilização dos nematóides será para pequenos e médios produtores florestais de Santa Catarina e terá prévia autorização da CIDASC.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.