O 5º Workshop Apre/Embrapa Florestas discutiu inovação, desenvolvimento e produtividade no setor florestal. Mais de 100 pessoas participam do encontro, realizado na sede da Embrapa Florestas, em Colombo (PR), nos dias 5 e 6 de julho. Na abertura, Edson Tadeu Iede, chefe-geral da instituição, disse que o evento procurou sempre discutir assuntos pertinentes ao segmento, para prospectar oportunidades de pesquisa e desenvolvimento. Na avaliação dele, o encontro serve também para que a Embrapa e seus pesquisadores possam entender como o setor florestal está se desenvolvendo e quais as necessidades para que esse caminho se torne mais fácil. “Neste quinto evento, entendemos o que as empresas esperam do futuro para o nosso setor. Foram abordados temas relacionados à inovação, porque precisamos pensar em tecnologias, softwares e aplicativos que facilitem o dia a dia dos florestais. Vimos o que é realmente importante para o nosso trabalho”, destacou.

Carlos Mendes, diretor executivo da Associação Paranaense de Empresas de Base Floresta (Apre), ressaltou que um evento técnico como o workshop organizado pela Associação e a Embrapa é muito importante para o desenvolvimento do setor. “Ver a sala cheia todos os anos é muito gratificante. Já tivemos eventos bastante técnicos, mas, este ano, nossa proposta foi falar sobre tecnologia e o futuro das empresas florestais. Tecnologia e inovação não caem do céu; temos que procurar e fazer. E ambas são fundamentais para melhorar a produtividade. Por isso, precisamos mostrar aos empresários, executivos e técnicos o que há no mercado e que pode ser aplicado nas florestas para facilitar o trabalho”, finalizou.

De acordo com o diretor executivo da Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), Mauro Murara Jr. o Workshop reuniu o que há de melhor dentro do setor florestal em todo o Brasil. “Quando se juntam duas entidades de tão alto calibre, como são APRE e Embrapa, o resultado não poderia ser outro.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.