Um encontro virtual nesta quarta-feira (10) reuniu importantes entidades do setor florestal brasileiro. Participaram do debate representantes da Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), Associação Paranaense de Empresas de Base Florestal (Apre), Embrapa Florestas, Universidade de Viçosa através da Sociedade de Investigações Florestais (SIF) e Serviço Florestal Brasileiro (SFB).

O conteúdo da reunião girou em torno do Sistema Nacional de Informações Florestais (SNIF). O SNIF é uma base de dados que consolida informações das principais instituições florestais do Brasil. “É uma ferramenta poderosa, que pode ser aprimorada e atualizada para atender o setor produtivo, com respostas rápidas para informações fundamentais em todo o processo”, explica Mauro Murara Jr., diretor executivo da ACR.

Uma próxima reunião deve acontecer em 15 dias para tratar do mapeamento de florestas plantadas e remanescentes nativos; periodicidade das atualizações do SNIF; estoque de madeira; localização e identificação de demandas do setor. “Uma demanda que estamos levando para o SFB é alocar dentro do SNIF os principais polos consumidores de madeira, entre pequenos, médios e grandes. Isso irá contribuir de forma significativa com o planejamento do plantio, assim como possibilitará definições prévias do manejo florestal a ser adotado em cada caso”, conclui o diretor executivo da ACR.

Para mais informações sobre o SNIF acesse: http://snif.florestal.gov.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.