Nesta segunda-feira (15) o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) reuniu em São Paulo empresários e representantes de instituições ligadas ao agronegócio. A pauta foi para discutir a revisão de instruções normativas para o tratamento fitossanitário exigido em exportação de produtos de origem vegetal.

Representando a Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), o diretor executivo Mauro Murara Jr. afirmou que é importante uma visão mais ampla, com a participação dos produtores de todos os segmentos. “Não se pode fazer aos produtores de madeira as mesmas exigências que se faz para quem produz alimentos, por exemplo”, observa ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.