Na ultima semana, dia 20, a Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), recebeu na sede da instituição, em Lages uma reunião para tratar de ações referente ao combate à Vespa-da-Madeira. Participaram da reunião, representantes de empresas associadas e de sindicatos de indústria de base florestal e madeireira.
De acordo com os números apresentados, em 2016 foram distribuídas 1.759 doses de nematóides, sendo que 115 foram através do termo de cooperação que existe entre as instituições: CIDASC, ACR, FIESC, SAR e EMBRAPA.
Confrontando os números de doses de nematóides inoculadas com a área estimada plantada em Santa Catarina, chega-se a uma árvore inoculada para cada 30 hectares plantados.

Planejamento estratégico

A ACR está elaborando uma planilha, modelo padrão, para que todas empresas possam compilar dados referente ao combate. Estas informações vão alimentar o SISTEMA DE GESTÃO E DEFESA AGROPECUÁRIA (SIGEN), que permitirá a gestão do monitoramento, combate e índice de parasitismo ao longo dos maciços florestais de Santa Catarina.
A ACR também está desenvolvendo ações de comunicação, veiculando chamadas de alerta em 22 rádios (AM e FM), em municípios catarinenses que são de base florestal. A chamada direciona o produtor rural a buscar auxilio junto às unidades da CIDASC e EPAGRI destes municípios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.