Mais de 30 profissionais participaram, nesta segunda-feira (30), do mini curso sobre secagem de madeira e tratamento fitossanitário promovido pela Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), em Blumenau (SC).
O treinamento aconteceu no Campus 02 da Universidade da Região de Blumenau (Furb) e contou com o apoio da instituição educacional através do curso de Engenharia Florestal, do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Associação Catarinense de Engenheiros Florestais (Acef) e da Associação dos Engenheiros Florestais do Vale do Itajaí (AEFVale).

Temas apresentados
Dois auditores fiscais federais agropecuários do Mapa colaboraram com o conteúdo do curso. Caio César Simão e Alan Rizzoli apresentaram conceitos de tratamentos fitossanitários e aspectos legais. Os dois explicaram como funcionam na prática os principais procedimentos para importação e exportação de produtos de madeira. “Atualmente o Brasil tem 106 pontos de controle”, reforçou Alan Rizzoli.
Joaquim Almeida, representante da empresa Marrari, demonstrou alguns dos mais modernos processos de tratamento e secagem de madeira. Também apresentou máquinas e equipamentos que podem contribuir para a eficácia de todo o processo.
O diretor executivo da ACR e Engenheiro Florestal, Mauro Murara Jr. fez uma apresentação que mostrou as propriedades da madeira e de como ela se relaciona com água e com a umidade. “Santa Catarina é reconhecida pela qualidade da madeira que produz. A ACR trabalha constantemente para que as empresas e os profissionais que atuam em nosso estado tenham acesso a informações e conhecimentos técnicos, de modo que isso contribua para todo o setor”, afirmou Murara Jr.

Veja mais fotos em: http://www.acr.org.br/imagens.php?id=50

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.