Veja algumas das principais ações da ACR durante o ano de 2018, mês a mês:

JANEIRO

O vice-presidente da Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), Alex Wellington Santos e o diretor executivo Mauro Murara Jr participaram da reunião do Comitê Brasileiro de Madeira (CB-31), da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), em Curitiba (PR). As principais questões de trabalho do comitê têm relação com padronização e normalização de madeira para suas diversas formas de uso.

FEVEREIRO

Mais de 30 profissionais do setor de base florestal participaram, no dia 23, da primeira reunião técnica da ACR em 2018. OS temas debatidos na sede da associação, em Lages (SC) foram: o uso de ferramentas para manejo em árvores jovens; mapeamento de área e softwares para contagem de pinus; além do projeto de pesquisa e prevenção a potenciais pragas florestais, em desenvolvimento pela ACR.

MARÇO

O diretor executivo da ACR, Mauro Murara Jr. e o representante do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Edmilson Marinho, da agência de Canoinhas (SC), tiveram reunião para atualização da base de dados do setor florestal catarinense. O encontro aconteceu em Rio Negrinho (SC).

ABRIL

No dia 03, na sede da ACR em Lages, empresários e profissionais do setor florestal tiveram reunião sobre secagem de madeira e tratamento fitossanitário. Representantes de sindicatos, da Associação Nacional dos Produtores de Paletes e Embalagens de Madeira (Anapem) e de empresas associadas e não associadas discutiram as regras para exportação de produtos de madeira.

MAIO

No início de maio o Conselho Estadual do Meio Ambiente de Santa Catarina (Consema), teve reunião em Florianópolis, na sede da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC). Fazem parte do Conselho, 36 representantes do poder público e da sociedade civil organizada, entre eles a ACR. O diretor executivo da ACR, Mauro Murara Jr, representou a associação no encontro.

JUNHO

No dia 14, o diretor executivo da ACR, Mauro Murara Jr, teve reunião na Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca, em Florianópolis. Além de Murara Jr, participaram: o secretário da Agricultura, Airton Spies; o secretário adjunto, Athos de Almeida Lopes Filho, o representante do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri, Luiz Torezan, o representante da Cidasc; Alexandre Mees e Gilmar Carlos Michelon Dalla Maria, da Epagri de Curitibanos. O diretor executivo da ACR apresentou resultados de monitoramento e combate à Vespa-da-Madeira, em Santa Catarina, ao longo dos últimos quatro anos.

JULHO

Mais de 30 profissionais participaram, no dia 30, do mini curso sobre secagem de madeira e tratamento fitossanitário promovido pela ACR, em Blumenau (SC). O treinamento aconteceu na Universidade da Região de Blumenau (Furb) e contou com o apoio da instituição educacional (através do curso de Engenharia Florestal), do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Associação Catarinense de Engenheiros Florestais (Acef) e da Associação dos Engenheiros Florestais do Vale do Itajaí (AEFVale).

AGOSTO

Uma turma de aproximadamente 30 profissionais concluiu no dia 03, em Caçador (SC), um treinamento de prevenção e combate a incêndios florestais. O curso, promovido pela ACR, teve apoio da associada Sincol e foi ministrado por uma equipe dos Bombeiros Militares de Santa Catarina.
No dia 17, cerca de 60 profissionais do setor florestal participaram da reunião anual conjunta entre as associações de base florestal do sul do Brasil, APRE (PR), Ageflor (RS) e ACR (SC). O encontro foi na sede da WestRock, em Três Barras (SC), empresa associada à ACR.
No dia 30, a associada Florestal Gateados recebeu em Campo Belo do Sul (SC) profissionais do setor florestal para um treinamento sobre prevenção e combate à Vespa-da-Madeira. O encontro, promovido pela ACR, teve com conteúdo teórico e prático, ministrado por técnicos da Embrapa Florestas.

SETEMBRO

No dia 18, em Fraiburgo (SC), profissionais ligados ao setor agrícola e florestal estiveram reunidos, a convite da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC). Foi discutido o planejamento estratégico que a CIDASC está elaborando para as próximas décadas. O diretor-executivo da Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), e engenheiro florestal Mauro Murara Jr., defendeu questões ligadas ao setor produtivo de base florestal.

OUTUBRO

A ACR, com o apoio do Sindimadeira de Lages (SC) e do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizou no dia 30 um minicurso sobre secagem de madeira e tratamento fitossanitário. A capacitação foi na sede da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), em Lages e contou com a participação de mais de 20 profissionais, que exportam ou trabalham com produtos de madeira.

NOVEMBRO

A quarta reunião técnica da ACR de 2018 aconteceu no dia 29, em Ibirama (SC). Com apoio da associada Manoel Marchetti o encontro reuniu cerca de 40 profissionais. A pauta do encontro discutiu pesquisa sobre o macaco-prego, monitoramento e recuperação de áreas degradadas e controle populacional do javali e javaporco, em território catarinense.

DEZEMBRO

No 07 foi inaugurado o 1° Laboratório de Estudos de Incêndios Florestais do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, em Xanxerê. O laboratório vai potencializar a formação e entendimento dos soldados, brigadistas, funcionários de empresas e universidades com relação ao comportamento do fogo. O gerente técnico da ACR, Bruno Ferreira, representou a associação na solenidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.