Na última segunda-feira (06) técnicos da Embrapa Florestas e representantes das empresas que fazem parte do Projeto Cooperativo de Melhoramento de Pinus (PCMP) estiveram reunidos na sede da Associação Paranaense de Empresas de Base Florestal (Apre), em Curitiba. O encontro foi para tratar do andamento dos trabalhos, que começaram em julho deste ano e pretendem aprimorar a madeira de pinus produzida no sul do país para os diversos fins que ela é utilizada.
A reunião contou com a participação do professor Jorge de Matos, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), que fez uma apresentação sobre os estudos que estão sendo desenvolvidos na Universidade com relação à qualidade da madeira. Matos apresentou números que apontam para o crescimento do pinus na região sul, próximos de 40 m3/ha ao ano. De acordo com ele essa produtividade pode ser aumentada, contudo é fundamental que a qualidade da madeira acompanhe os índices de crescimento. Para isso é preciso implantar sistemas de medição de densidade da madeira.
A reunião também tratou sobre a possibilidade e condições para novas empresas interessadas passarem a fazer parte do projeto.
Um novo dia de campo foi marcado para acontecer na Embrapa Florestas, em Ponta Grossa (PR) no fim de novembro.
Atualmente três empresas associadas à ACR fazem parte do CPMP: Reflorestadora Sincol, Agroflorestal Campo Alto e FRP Florestal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.